De janeiro a outubro deste ano, registaram-se 209 escalas de navios de cruzeiro no Porto do Funchal que trouxeram à região 382 031 passageiros e 148 822 tripulantes.

Apesar deste movimento significativo, o número de escalas diminuiu 0,45%, enquanto o número de passageiros desceu 8%, em comparação com o período homólogo de 2015.

Esta redução explica-se pelos 5 cancelamentos ocorridos entre agosto e outubro devidos aos incêndios e às situações de agitação marítima forte no atlântico, que obrigaram a desvios de rota e alterações de itinerários e que acabaram por impedir as escalas programas no porto do Funchal. Por outro lado, verifica-se igualmente uma descida na ocupação média dos navios que escalaram o porto, seja porque alguns dos navios que nos visitaram este ano são de menor dimensão, seja porque os navios navegaram com uma taxa de ocupação inferior a anos anteriores.

Esta situação está bem patente no mês de outubro, em que apesar de ter havido um aumento 11% no número de escalas, em comparação com o período em análise do ano passado, diminuiu 23% no número de passageiros.

Nos segmentos de passageiros embarcados/desembarcados, verificaram-  -se também oscilações nestes dez meses, em relação aos mesmos meses de 2015. Registaram-se 1 630 desembarques, (mais 292), e 605 embarques, (menos 595).

Em outubro houve 30 escalas, mais três que no mesmo mês de 2015, e um movimento de 47 905 passageiros, menos 14 393, em comparação com os meses em análise do ano anterior.

 

FaLang translation system by Faboba