A Administração dos Portos da Madeira, APRAM, S.A. vai alugar equipamentos de RX para o primeiro turnaround total, com movimentos médios de 1000 a 1500 passageiros, a acontecer nos dias 4, 5 e 6 de dezembro próximo, com o “Mein Schiff Herz”.

A escolha da locação, no novo serviço a prestar pelo Porto do Funchal no âmbito do turnaround, obrigou à alteração do contrato programa com o Governo Regional que definia a compra do equipamento.

Entre novembro de 2019 e abril de 2020, o navio vai fazer 13 escalas no Porto do Funchal, seis delas em turnaround que acontecerão mais ou menos, de três em três semanas.

Esta operação que implica um trabalho de estrita colaboração com o aeroporto, é um novo desafio para o Porto do Funchal que até agora, tinha a experiência com movimentos até 500 passageiros, em turnaround total ou parcial.

A Intercruises é quem vai gerir os check-ins. Vão ser movimentadas um total de três mil bagagens no embarque e desembarque, o que tornou necessário um novo procedimento para a compra de outros equipamentos necessários à operação e a contratação pontual de pessoas, através de uma bolsa de horas, que vai permitir, nos dias de mais trabalho, reforçar as equipas da APRAM.

Já decorreram reuniões com entidades da comunidade portuária como o SEF, Alfandega, Polícia Marítima, responsáveis da parte operacional do Porto do Funchal e o próprio agente do navio, a JFM, de modo a acertar todos os pormenores que assegurem uma operação eficiente. Este mês, na feira de Hamburgo, houve reuniões no mesmo sentido, com a Intercruises.

O navio que atracará preferencialmente no cais 3, ficará na Madeira 48 horas, devendo chegar às quartas feiras, às 14h00, e sair às sextas, à mesma hora, precisamente nos dias em que há menos navios no Porto do Funchal.

Às quintas feiras há os voos diretos do mercado alemão, mas a TUI afirma que alguns passageiros poderão chegar individualmente, ficando na Madeira uns dias, antes do embarque ou após o desembarque.

A rota engloba, além da Madeira, as ilhas Canárias e alternadamente, os Açores e o norte de África..

O “Mein Schiff Herz”, antigo “Mein Schiff 2”, é um navio que nunca chegou a ser vendido pela companhia, talvez porque os passageiros falassem dele com afeto, de tal forma, que lhe retiraram o 2 e acrescentaram “Herz” que quer dizer coração.

O Porto do Funchal deverá registar, no próximo mês de novembro, um recorde no movimento mensal de passageiros que se calcula ultrapasse as 100 mil pessoas, num total de 54 escalas.

Novembro deverá ser o mês com mais escalas, em 2019, seguido de dezembro (46) e de abril (44).

A previsão é que os Portos da Madeira (Funchal e Porto Santo) totalizem este ano mais de 590 mil passageiros e 297 escalas, o que significa mais 4% e 1% respetivamente, em relação ao ano passado.

O Porto do Funchal cresceu de janeiro a agosto quase 3% no número de escalas e 15% em passageiros, mantendo a tendência de subida iniciada logo no começo do ano.

Nestes oito meses, o Porto do Funchal recebeu 153 escalas, mais quatro que no mesmo período do ano passado, e 328 030 passageiros, mais 41 628 passageiros que nos meses homólogos de 2018.

O número de embarcados situou-se nos 964 (+303) e o de desembarcados nos 723 (-7).

De salientar também o número de tripulantes, 119 212, (+12 342) em comparação com o período em análise.

À exceção dos meses de junho e julho, todos os restantes até agosto, tiveram crescimentos no número de passageiros, a maioria na ordem dos dois dígitos

A Administração dos Portos da Madeira e o Clube Naval do Funchal assinaram hoje um protocolo de colaboração, no âmbito do projeto Ecotur Azul que tem por objetivo principal a valorização do potencial ecológico e turístico das áreas costeiras e marítimas, seguindo o modelo Odysseia, ao abrigo do Interreg Mac 2014-2020 que junta parceiros da Madeira (CNF), Açores e Canárias.

O protocolo prevê a cedência de um espaço na sala de desembarque da Gare Marítima da Madeira para a colocação de um monitor digital – totem – com informação turística sobre a Madeira, especialmente a cidade do Funchal, destinada aos turistas e tripulantes dos navios de cruzeiro.

Ao conteúdos informativos estão divididos em quatro escalas: náutica (portos, desportos aquáticos, praias e profissionais na área náutica), cultura (monumentos, museus e sítios turísticos), sabores (caves e produtores vinícolas, mercados municipais e feiras, produtores, artesãos e restaurantes) e natureza (caminhadas, espaços naturais, lazer e reservas naturais).

Está também disponível o itinerário Mar & Terra, onde é possível o utilizador realizar dois passeios de barco, um pela costa sul do Funchal e outro que abrange as ilhas Selvagens e as desertas.

Neste monitor pode ser encontrada informação sobre alojamento, eventos desportivos e culturais, bem como criar um caderno de viagem que dá a possibilidade de adicionar os locais a visitar e efetivamente visitados. Disponível para smartphones está um Qr Code em Português, Inglês, Espanhol e Francês que permite levar consigo toda a informação.

Há quatro totens instalados: na sede social do CNF, na Quinta Calaça, na Marina do Funchal, no Complexo Desportivo da Nazaré e agora, na Gare Marítima da Madeira.

 A Administração dos Portos da Madeira e o Clube Naval do Funchal assinaram hoje um protocolo de colaboração, no âmbito do projeto Ecotur Azul que tem por objetivo principal a valorização do potencial ecológico e turístico das áreas costeiras e marítimas, seguindo o modelo Odysseia, ao abrigo do Interreg Mac 2014-2020 que junta parceiros da Madeira (CNF), Açores e Canárias.

O protocolo prevê a cedência de um espaço na sala de desembarque da Gare Marítima da Madeira para a colocação de um monitor digital – totem – com informação turística sobre a Madeira, especialmente a cidade do Funchal, destinada aos turistas e tripulantes dos navios de cruzeiro.

Ao conteúdos informativos estão divididos em quatro escalas: náutica (portos, desportos aquáticos, praias e profissionais na área náutica), cultura (monumentos, museus e sítios turísticos), sabores (caves e produtores vinícolas, mercados municipais e feiras, produtores, artesãos e restaurantes) e natureza (caminhadas, espaços naturais, lazer e reservas naturais).

Está também disponível o itinerário Mar & Terra, onde é possível o utilizador realizar dois passeios de barco, um pela costa sul do Funchal e outro que abrange as ilhas Selvagens e as desertas.

Neste monitor pode ser encontrada informação sobre alojamento, eventos desportivos e culturais, bem como criar um caderno de viagem que dá a possibilidade de adicionar os locais a visitar e efetivamente visitados. Disponível para smartphones está um Qr Code em Português, Inglês, Espanhol e Francês que permite levar consigo toda a informação.

Há quatro totens instalados: na sede social do CNF, na Quinta Calaça, na Marina do Funchal, no Complexo Desportivo da Nazaré e agora, na Gare Marítima da Madeira.

A Reabilitação dos Cais da Ribeira Brava implica a proibição e condicionamento no acesso àquele cais.

Leia aqui o Edital

Está proibida a circulação de pessoas e bens na área do varadouro do Paul do Mar, onde hoje, dia 2 de julho, começaram as obras de remodelação daquele espaço, por um prazo de 120 dias.

Veja o Edital aqui

FaLang translation system by Faboba